Carregando...



Como pintar uma parede diferente


Não canso de gritar que seu quarto PRECISA ser extensão sua. Já que a sala e outros cômodos são compartilhados com outros moradores, o quarto é refúgio final de privacidade e expressão de personalidade de quem nele se esconde. Se for dividido, é bom limitar espaços. Por isso, quando sobrou uma parede branca, surtei: o que fazer com essa piranha sem ficar comum?

Fiz arte, claro! Comentei que queria colocar umas coisas de bruxa nela e tal, mas acabei mudando de ideia porque a mesa do computador vai desaparecer e dar lugar para um tampo que vai ficar preso à toda extensão parede oposta à janela, já que percebi que me sinto "apertado" na hora de escrever. Sendo assim, o que iria pro meu projeto de parede bruxa, vai ficar na parede cinza. 

Até eu mudar de ideia.

O projeto é super simples e dá pra você fazer em casa sem muito compromisso. Me inspirei nesse vídeo aqui e apesar de ter prática com desenho e pintura com pincel, qualquer pessoa pode tentar! Você nem precisa trabalhar com desenhos, podendo usar formas geométricas, listras, rabiscos, curvas, coisas mais abstratas ao invés de imagens fechadas e complicadas. 



Se achar que ficou ruim, é só passar a tinta por cima e ter uma nova tela, pra começar do zero. O importante é arriscar, porque nenhuma experiência vem de só ficar sentado vendo os outros fazerem. Quanto mais cedo começar, menos vai errar.

E aqui tem outro vídeo pra você se inspirar antes de pensar no teu esboço.

Falando no esboço, ele é a primeira parte do processo todo! Pra facilitar o trabalho, você pode desenhar o que você quer numa folha e depois reproduzir na parede. No meu caso, por sempre fazer esses rabiscos nos cantos dos cadernos ou quando tô no telefone (porque morro de tédio sempre), deixei minha criatividade tapar os buracos brancos.

Então comecei pelos tentáculos, porque eles dariam os espaços vazios pros olhos "respirarem", um alívio visual, já que meu quarto tem uma parede à direita dessa toda cheia de páginas de quadrinhos, pôsteres e afins e, oposta, tenho a cinza. O equilíbrio visual seria essencial pra eu conseguir dormir sem achar que meu quarto tá zoado.


Depois fui completando, sem mistério. Tudo usando a tinta cinza-chumbo que sobrou da parede, pincel de cerdas nem tão duras nem tão moles e nem usei escada. 

Por que tentáculos? H.P. Lovecraft aqui! Sou louco por polvos, tentáculos, semideuses e Cthullu! Tive de misturar essa influência com as geometrias que amo (triângulos, listras, espirais, ondas, prismas etc), forças da natureza vindas do xamanismo (raios, neve, sol) e outras coisas que vieram na hora. Nem eu sabia o que tava fazendo direito! E copiei algumas coisas do Bobsmade também, do primeiro vídeo ali.

O resultado final me agradou demais! Todo mundo que entra aqui ama! Aí encho a boca e falo: fui eu que fiz! É exercício pra desgrudar da preguiça e deixar o quarto com a nossa cara!

Aproveita e assiste o vídeo novo do meu canal SEM H do Youtube! 



FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos