Carregando...



5 filmes de alienígenas nos anos 80

lista+filme+alienigena+et

A estética dos filmes produzidos nos anos 80 me agrada bastante. Desde que assisti A Volta dos Mortos Vivos que me apaixonei (e tem mais de uma década). As jaquetas, Os Garotos Perdidos, os quadrinhos, as músicas: tudo parece se misturar perfeitamente. Imagina se jogar alienígenas nisso! Então fica meu top 5 de filmes dos ano 80 sobre ETs, do terror ao puro amor.

A ordem dos filmes não é por favoritismo, mas por lançamento, ok?

1. Contatos Imediatos do Terceiro Grau (Close Encounters of the Third Kind) - 1977

É o único da lista que não é dos anos 80 em si, mas carrega bastante da estética e do que viria a ser feito sobre alienígenas depois. Dirigido por Steven Spielberg, é um típico filme de reunião de eventos que levam ao tema principal. Temos os que sentem a presença dos alienígenas chegando, os que estudam casos parecidos e os que se deixam surpreender e levar até o local onde tal "contato" acontecerá.


Um contato de terceiro grau é quando você consegue avistar um OVNI ou seus tripulantes, sem conversa, sem papo-furado telepático, sem nada. É um avistamento mais específico do que luzes indefiníveis no céu, porém menos sofisticado do que comunicação, troca de informação.

Esse filme e Taken, série de Spielberg também, são minhas duas obras preferidas sobre contatos extraterrestres. Os cenários, a sensação de que a realidade pode ser distorcida e como esperamos que algo muito maior que a gente sobrevoe nossas cabeças, que possamos dar (ou retirar) sentido da vida como conhecemos quando soubermos que existe inteligência dentro de outras formas de vida.

O filme tem cara de sábado à noite com pipoca doce cheia de leite condensado, sofá e edredom, pra ficar paranoico na hora de ir no banheiro depois.



2. E.T. O Extraterrestre (E.T. the Extra-terrestrial) - 1982

Cláááááássico de fazer chorar! Não sou chegado a filmes de alienígenas com cara de bichinhos de pelúcia, mas com enredo maduro E.T. já derrubou muito marmanjo. Eu incluído, obviamente. Mas desde quando eu sou assim tão marmanjo, né? Choro até com comercial de sabonete...


Um moleque encontra o ETezinho lindo e sem forças pra resistir a tanto charme cabeçudo, resolve proteger e cuidar do bichano contra o pessoal do governo, que quer dissecar o coitado pra estudos. Imagina, só! Pra quem assistiu, vai dizer que não dá vontade de pegar esse monstrengo e colocar no colo pra cuidar? Cansei de passar dias esperando uma nave cair no meu bairro só pra cuidar do passageiro machucado, divertido e bonitinho.

Antes de ele querer enfiar um dedo de 20cm e brilhante em mim.



3. O Enigma de Outro Mundo (The Thing) - 1982

Muito bom! Depois de falar dos poderes de Steven Spielberg, apresento outro diretor que teve ótimos momentos no cinema: John Carpenter. De Michael Myers a vampiros, é em The Thing que o cara dá um banho de estilo com vida alienígena presa na Terra. No gelo, seria mais apropriado dizer.


Tem um grupo de cientistas presos numa estação de pesquisa no Alasca e eles acabam se envolvendo com uma forma de vida muito curiosa, estranha, antiga. A grande surpresa fica em como essa criatura é representada no longa e, principalmente, o que ela pode fazer. É terror típico dos anos 80, só que bem descolado e quase elegantrash (elegante + trash, pra ficar bonito).

Em 2011, esse filme ganhou um prelúdio que apesar de bem claro e produzido, não empolga tanto quanto esse. Tudo porque, na minha opinião, a estética se perde e é ela quem não deixa os efeitos desse filme serem um completo desastre, por exemplo. Clássicos nascem assim e acho que prelúdios ou continuações deveriam ficar engavetadas. Só dizendo...



4. Cocoon (Cocoon) - 1985

Se você nunca assistiu, corre pra baixar ou vá na locadora mais próxima, mas não deixe de assistir! Nunca! E veja a cada cinco anos! É outro da lista de filmes alienígenas fofurinhas, mas poxa, não dá pra não babar na delicadeza! O roteiro não é muito inteligente nem vai te fazer calcular a raiz de pi, mas toca, toca sim, bem fundo no coração. 


Uns velhotes no asilo acabam tomando banho numa piscina energizada por extraterrestres e assim eles passam a viver como se seus corpos não tivessem envelhecido por tantos anos. Trata de decisões, de dilemas de como você encara a rotina, a velhice, e como nascemos pra morrer mesmo. O que não significa que não podemos nos divertir no percurso.

Preciso rever, não passa mais na Sessão da Tarde e já têm mais de cinco anos!



5. O Segredo do Abismo (The Abyss) - 1989

Mais um diretor premiado dando as caras: James Cameron. Isso mesmo, o fodão que arrasou bilheterias com Titanic e Avatar dirigiu O Segredo do Abismo com a mesma vontade de transmitir uma mensagem para como nós, seres humanos, tratamos nosso próprio planeta e uns aos outros.

A história é contada no fundo do mar, numa plataforma de petróleo que afunda e fica na beira de um abismo subaquático. Além de mostrar como o governo ou a mídia podem manipular as informações sobre o que realmente acontece no mundo, faz a seguinte pergunta: e se houver vida inteligente dentro do nosso planeta há, talvez, mais tempo do que a gente exista


Porque, vocês sabem, né? A gente foi pra Lua mas nunca conseguiu explorar por completo o fundo do oceano, e ele tá aqui, debaixo do nosso nariz! E se as formas de vida lá de baixo não forem do jeito que conhecemos? E se forem inteligentes? E se forem de um conceito de "vida" do qual nem fazemos ideia que exista? E, pior ainda: se eles tiverem o poder de destruir o mundo inteiro?

São quase três horas de filme, mas que passa rapidinho. Vi tem poucos dias e adorei como Cameron conseguiu manter a ação rolando solta e desprendida do tema "alienígena" num espaço minúscula debaixo do mar! O cara sabe manejar uma câmera, um programa de edição e um roteiro. 

Se você curte criptozoologia (estudo de criaturas como Monstro do Lago Ness, Pé Grande e o Demônio de Jersey), ufologia (estudo de objetos voadores não identificados), um bom mistério ou uma boa história com lição de moral, aqui vai The Abyss.



E com eles encerro meu Top 5 de filmes sobre extraterrestres nos anos 80! Tempos que não voltarão, tempos que não vivi, mas agradeço minha internet de 5MB por poder apreciar esses ótimos trabalhos. 

Agora olha pela janela que eu tô passando com o Peter Pan. Tá vendo a gente voando? Somos objetos voadores muito bem identificados, obrigado!

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos