Carregando...



Sexo no primeiro encontro?

sexo+primeiro+encontro

O que acontece entre duas pessoas só é conhecido de forma mais completa entre essas duas pessoas. No caso dos poliamantes, pessoas. Existe uma coisinha chamada bom senso que sob minha opinião funciona bem pra responder esse tipo de pergunta e a galera prefere guardar na gaveta ao invés de levar pra rua. Vale transar com alguém que você acabou de conhecer?

Depende. Depende de quem você é, do que procura e de quem você tá se relacionando agora. Como essa garota que me ligou do encontro com um menino que conheceu através do namorado da amiga, perguntando se deveria ou não transar com ele naquela noite, que ele tava com o apartamento vazio e tava na cara que não se aguentava com o cinto na calça. 

Ela sempre sonhou com o garoto cavalheiro, educado, e apesar de já ter transado com outros meninos, nunca foi numa decisão imediata no primeiro encontro e a lembrei disso. Disse que ela tinha o poder da escolha, que eu não poderia dizer pra ela transar ou não, mas perguntei se aquela noite com o garoto seria proveitosa dentro do objetivo dela, de arranjar um bom namorado. 

Como boa pessoa que pede conselhos sem querer ouvir uma real opinião, mas sim procurar alguém que a apoie mesmo em decisões precipitadas, rebateu o que eu disse alegando que estava com tesão e que não poderia esperar o príncipe pra sempre. Corri pra dizer que as palavras que lancei não eram minhas, não eram de um Sem H querendo pagar de dono da verdade. Apenas repeti o que ela mesma dizia querer.

Na mesma madrugada, me ligou chorando, arrependida. Depois de transarem duas vezes, ele disse que ela não poderia dormir lá, que os pais chegariam cedo, então a deixou na rua sem se importar de colocá-la num mísero ônibus. Dentre as reclamações por não ter "me" escutado, se perguntou o porquê de ter aceitado menos do que queria, abaixo dos requisitos que ela estabeleceu pra sair com um cara que realmente valesse a pena, como falei no vídeo lá no fim do post.


"Já aconteceu", tentei acalmá-la, "você não vai conseguir apagar essa noite, então aprenda com ela. Você se sente sozinha, tá carente, então a primeira mão que te oferecem você tá aceitando. Não estou te julgando, mas você precisa admitir isso pra si pra não cair nessa armadilha de sabotar seu próprio objetivo, de encontrar alguém que só te convide pro apartamento pra transar depois do quinto encontro, depois de um ótimo jantar"


SEXO NO PRIMEIRO ENCONTRO VALE SE

  • você é realista o suficiente pra saber que a noite pode ser apenas sexo, que quando acabar, além de ter de ir embora, talvez nunca mais veja a pessoa ou que ela te ignore por completo;
  • você sabe dividir a necessidade corporal da carência emocional;
  • você VAI usar camisinha e ter muito cuidado com o tipo de sexo que vão praticar.

SEXO NO PRIMEIRO ENCONTRO NÃO VALE SE

  • você não tem certeza de que é isso que quer;
  • você cede à pressão de alguém;
  • você se apega fácil;
  • você tem namorado(a);
  • você procura algo completamente fora desse circuito fast foda mas aceita por medo de "nunca conseguir achar o que busca" ou por contentamento infeliz.


Claro que listinhas não resolvem todos os problemas ― e é tudo baseado em minha opinião ao assistir e praticar os fatos que a vida oferece ―, mas ajuda a desenvolver seu próprio bom senso que, como falei, fica em casa quando o povo sai pra caçar. 

Tenha segurança de si, saiba o que procura e não aceite nada abaixo de suas expectativas. Óbvio que se estiver esperando um unicórnio será bem provável que você morra só, mas ter uma linha que administre o respeito ao parceiro e seu próprio centraliza o perfil de gente que você vai deitar na cama. 

Sempre, sempre, sempre pratique sexo seguro. 

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos