Carregando...



Qual o significado de "eu te amo"?

casal

Ainda me surpreendo com a facilidade com que dizem "eu te amo". Sei que a frase não deveria ser tão importante pois existem diferentes níveis de amor. E mesmo assim, amor é uma palavra para um conjunto de sentimentos que funcionam de diferentes formas para cada tipo de gente, em situações diferentes. Então como confiar quando alguém diz "eu te amo" pra você?

Pra interpretar a frase, é preciso entender um pouco mais da personalidade da pessoa que a diz. A gente começa a observar pela maneira com que ela trata seus sentimentos e quando falo disso, não falo só de namoro. Acho que nunca disse "eu te amo" pro meu pai. Pra minha mãe já, várias vezes. Pra minha avó também, pra minha cadelinha, pros meus melhores amigos e até pra uma de minhas duas irmãs. Sou extremamente seletivo quando escolho revelar o sentimento de amor que carrego.

Por amor, defino: "sensação de responsabilidade sobre o bem-estar, grande carinho, medo da falta e necessidade de ter no meu cotidiano, seja como for". Essa é minha definição. Pro meu vizinho pode significar "só quero entrar nas suas calças, vamos logo?". Pro meu professor pode ser "você é ótimo aluno, por isso gosto de você" ou pra um colega pode ser "te acho engraçado pra caramba, sua presença me faz bem, mesmo que você não seja tão importante no meu dia-a-dia".

Essa parada de nunca ter falado pro meu pai é porque acredito que ninguém é obrigado a gostar de ninguém  ou cultivar amor automático, muito menos por família, onde esse regime do "tem que amar" como disfarce para o medo e o respeito de hierarquias (pais sobre todas as leis) é muito comum. Na minha mente, a gente só tem que amar quem a gente quer. Porém, só quem ama sabe que a gente não tem lá muita escolha quando o coração grita "eu te amo" dentro do peito...

Antes de pensar em dizer ou exigir que isso venha de seu parceiro, tenha a plena formação de que a frase significa uma coisa específica pra você, enquanto pro outro pode significar outra coisa. Tem gente que diz "eu te amo" sem falar, fazendo algo que nunca teria feito por ninguém. Às vezes vem em como o beijo é sincero ou no respeito ao tempo de relacionamento a qualquer investida, sexual ou não.

Pois existe uma "ideia geral" do que essa frasezinha engloba, mesmo que o mundo esteja usando-a a torto e a direito. Nessa ideia, ela entrega a chave que é necessária para que consigamos expressar em palavras nossa vontade de construir algo em conjunto, de compartilhar medos, alegrias, que estamos felizes com isso. Até mesmo falando essa frase, sentimos como se não fosse suficiente. Que bom que não é! Nessa tentativa de tentarmos encontrar meios de expressar o monumental apreço, é que encontramos formas mais sutis de amar, inclusive no silêncio.

Apesar do uso fútil das palavras de tão forte significados pra mim, fico contente ao ouvi-las. Porque é muito menos pior escutar uma tentativa de carinho do que uma intenção de magoar. A profundidade no entendimento parte tanto de quem diz quanto de quem escuta, não dependendo de uma frase pra mudar a vida ou dissipar medos.

Se ouvir "eu te amo" é mais importante do que estar amando, tá na hora de parar e pensar se você já falou "eu te amo" pra si mesmo. O amor próprio é o maior significado que poderemos entender. É dessa enorme fatia que aprendemos a nos dividir pros outros ou não aceitarmos carinhos pela metade.

É quando aprendemos a nos cultivar pra nos doarmos.

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos