Carregando...



Traição: quando você é amante

traicao
O que é bem chato...
Traição: quando você é amante

Particularmente, não gosto de traição. Se há compromisso com alguém justamente por gostar da pessoa, por que procurar fora em vez de buscar soluções dentro da relação, numa conversa franca? Agora, quando você é solteiro, é justo ajudar alguém a trair? Seria justo se submeter à categoria de simples amante?

Já vi meus amigos se inserirem em relacionamentos como terceiros. Mesmo que alguns sejam contra traição, a desculpa para praticar o ato é: "a culpa não é minha se o relacionamento deles está uma merda e vieram me procurar". Não cito essa afirmação com crítica ou julgamento cego. Eu entendo. Só acho que o buraco é mais embaixo.


AMOR PRÓPRIO

Será que as pessoas ficam tão solitárias que aceitam migalhas de atenção por uma noite de companhia? Tá, nem sempre. A gente mal consegue controlar o repentino interesse que surge por alguém, e o fato de ela estar comprometida ou não apenas nos impede de tornar a expressão física.

E mesmo que alguns sejam simples safadinhos, cagando pro relacionamento alheio e dispostos a se darem o amor próprio mergulhando numa piscina de vaidade, é justo fazer parte do sistema que pode destruir a confiança e deixar na lama algo que, pelo visto, já não está muito bom? Além do peso kármico — porque, acredite, essa porra dá karma —, o peso na consciência vale a satisfação sexual?

Digo sexual pois quase sempre o desejo que nasce provém de um rompante emocional, uma falha na autoestima ou falta de companhia. Assim, o alvo se torna um objeto de salvação, uma distração para o que realmente incomoda — mesmo que esteja na ponta do nariz, a gente tem dificuldade e preguiça de entender.


MERECIMENTO

Se a paixão for além e a fome da carne se tornar sentimentos complexos, o que ficaria mais pesado na balança? Tentar e aceitar o fato de que a pessoa pode nunca terminar com o parceiro para assumir você, ou dar as costas e procurar outro ponto de afeto? De novo, digo de boca cheia que quem merecer seus sentimentos, precisa fazer mais do que te dar uma boa noite. 

Precisa vestir a camisa e te dar a mesma quantidade de carinho que você dedica. Semelhante atrai semelhante! Precisamos ser justos com nós mesmos para recebermos o amor que achamos merecer. Pra esse povo que vive pegando casados, namorados e afins, não seria uma fuga? Um jeito de boicotar a responsabilidade de ter de cuidar de alguém? Ajudar alguém a trair, além de ser traição contra si, é pouco empático — o que não significa que seja menos divertido. Só que nunca achei graça de piadas feitas em cima dos outros.

Se for pra trair, que seja o movimento punk do Dado Dolabella.

Já aconteceu contigo? Comente!

Como terminar namoro: dicas de quem diz muito adeusEnvie essa playlist quando quiser terminar com alguémComo controlar ansiedade para namorarDoadores, trocadores e tomadores: quem é você na relação?
FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos