Carregando...



10 crueldades pra fazer antes de morrer (com GIFs)

crueldade

Maniqueísmo divide o mundo em duas categorias: bem e mal. Ninguém é totalmente bom ou ruim, pois "bom" e "ruim" podem variar conforme noções morais de cada um. Dentro de uma ideia de respeito e convivência, as 10 ideias que trago hoje são péssimas, não deveriam ser seguidas mesmo! Mas vem cá: pelo menos uma vez na vida, a gente deveria fazer algo ruim.

Porque é fazendo algo ruim que experimentamos a sensação de culpa, arrependimento, e não repetimos o ato. Mais do que isso, aprendemos a colocar em prática a empatia. O único problema é se fizer essas coisas e gostar... aí é melhor procurar ajuda profissional — psiquiatra, seu maluco.


1 COLOQUE O PÉ NA FRENTE DE ALGUÉM
Vá, faça isso pelo menos uma vez. Escolha alguém bem canalha, que te sacaneou ou tratou mal de alguma forma, e meta o pezão. Disfarce, se faça de santo, faça carinha de Pikachu. Mesmo que não derrube o diabo, a sensação de ter tido controle sobre a vida dele te deixará nas nuvens. 
— Nível de crueldade: ☻☻☻☻

Colocando o pé na frente da Jennifer Lawrence


2 MANDE ALGUÉM MORRER / DESPREZE COM O OLHAR
Uma vez eu tava na balada todo elétrico, todo lindo, até que um senhor me parou na porta e, na minha cara, gemeu: "gostoso". Minha reação natural foi fazer cara de tédio e dizer: "morra". Na hora, eu e meu amigos nos congratulamos por termos massacrado a atitude invasiva do tiozão, mas nos dias que passaram, o arrependimento por ter sido tão babaca quanto ele me pisotearam.
— Nível de crueldade: ☻☻☻

Morra, vadia


3 JOGUE PAPEL HIGIÊNICO MOLHADO NO TETO
Quem nunca fez bolinha com papel, ensopou de água da torneira e arremessou contra o teto do banheiro? Faça isso num lugar de ódio (como banco ou na casa daquele amigo que furtou teu Game Boy Color). Depois de secas, são fáceis de tirar, mas dá um nojo... belo presente de despedida.
— Nível de crueldade: ☻☻

Like a cat



4 LEIA GOSSIP GIRL PSYCHO KILLER
Ler esse livro é um dos piores atentados contra a humanidade. 
— Nível de crueldade: ☻☻☻☻

Só dizendo...


5 FURTE UMA GRANDE LOJA
Sabe aquele produto que você comprou na Casa & Vídeo/Americanas, que parou de funcionar e que ninguém quis trocar? Se vingue: roube algo deles! Nada grande, talvez um chocolatezinho no bolso, um chicletinho na carteira ou até mesmo um livro (esses sim sou a favor de roubo liberado). Cuidado pra não virar gif, Jiraya. 
— Nível de crueldade: ☻☻☻☻

Deslizaaaando e furtaaaando



6 PEIDE NO ELEVADOR ANTES DE SAIR
Tá chegando no teu andar? Solte aquele pum rasteiro, like a ninja. Deixe todos pra morrer. 
— Nível de crueldade: ☻☻☻☻☻

Eca



7 DIGA QUE GOSTA DO NICOLAS CAGE
Numa roda de amigos, diga que gosta do Nicolas Cage e se permita ser alvo da vergonha alheia. Sorria. Você não faz ideia de como essa atitude destrói a crença das pessoas num futuro positivo da humanidade.
— Nível de crueldade: ☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻+

Nicolas Cage na paródia de Wrecking Ball


8 PERGUNTE "FOI BOM PRA VOCÊ?"
Depois do coito, suspire profundamente, apoie a cabeça sobre o braço e pergunte pro(a) parceiro(a): "foi bom pra você?". Crueldade pura. 
— Nível de crueldade: ☻☻☻

"Foi bom pra você?"



9 OUÇA MÚSICA NO ÔNIBUS SEM FONES DE OUVIDO
Eu ia indicar funk, mas a sociedade já tem gente de má índole fazendo aos montes. Coloque um bom rock e experimente como é ser um extremo idiota com a galera que só está querendo voltar pra casa depois de um dia tenso. Você será um dos maiores filhos da puta imagináveis. 
— Nível de crueldade: ☻☻☻☻

O que tenho vontade de fazer quando vejo alguém sem fone



10 GRITE BAIXARIAS DO CARRO EM MOVIMENTO
Nunca chamou ninguém de "gostoso" da janela? Ou não gritou "diabo" ao passar? Ser imbecil do carro em movimento é lei, lei estúpida de como ser debiloidemente demente. Cuidado com sinais de trânsito, ok? Chamar alguém de "retardado" e parar no vermelho (ou se distrair ao volante) pode ser uma péssima ideia... 
— Nível de crueldade: ☻☻☻☻☻

Foi zoar os outros...


___________

Realmente apoio a realização de atos estúpidos (porém quase inofensivos) pelo menos uma vez na existência. Sigo a filosofia do "faça pros outros o que gostaria que fizessem pra você", mas até chegar aqui fui babaca com muita gente. A sensação na hora era incrível, mas depois parecia que eu tava carregando toneladas nas costas. Isso me ajudou a formar uma personalidade que não quebra fácil e uma moral mais justa, tanto comigo quanto com as pessoas que me cercam. 

Espero que você não precise desse guia pra se tornar alguém melhor.


FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos