Carregando...



Sites de relacionamento: tem vergonha?

app+gay+namoro

Foi-se o tempo em que estar em casa te distanciava de quaisquer chances de se livrar do título de solteirão. Com a internet, trouxemos os encontros para dentro do quarto, ou pelo menos o início deles, começando bons papos e conhecendo possíveis namorados através de sites. O problema é admitir o uso destes: um pouco de vergonha por parecer desesperado ou carente? Discordo.

Uso o PlanetRomeo há anos! No começo usava outro nome, postava poucas fotos e mentia minha localização, preferindo sempre ir até o paquerinha. Isso porque uma vez, quando contei pra um moleque sobre o site, ele disse "é meio desesperado, né? Coisa de velho feio". Aí coloquei o rabinho entre as pernas e cheguei pensar que ele tinha razão: pra me cadastrar num site de relacionamento online eu estava desesperançoso de encontrar meu unicórnio no mundo real?


Imagem: prezi.com

Apaguei o perfil, fiz de novo, e repeti o processo inúmeras vezes até concluir que não estava desesperado. Estava só expandindo minhas chances de encontrar gente interessante. Tá, e talvez desapontado com as pessoas que conhecia ou lugares que frequentava. Seria a mesma coisa que estudar pro vestibular usando livros ou internet: pra que se limitar a um só? Com perfis online, mesmo longe do computador, mantenho minha personalidade descrita com tudo que quero mostrar, umas fotos, e canal aberto pra diálogos com qualquer pessoa que se identificar. 

Conheci muitos gringos, me relacionei com alguns caras e tive histórias marcantes pra contar (e outras pra manter só pra mim). Hoje uso meu nome real (ainda tô lá), digo exatamente o tipo de pessoa que gostaria de conhecer e me permito conquistar amizades no processo. Porque se esconder por medo de familiares ou "amigos" descobrirem sua sexualidade — ou preferências sexuais peculiares — é uma coisa. Se esconder por receio de parecer patético é outra, se chama vaidade


Imagem: honeebeegifts.blogspot.com

Ninguém pode julgar teu desejo de encontrar o par ideal, já que quase todo mundo procura a mesma coisa: compreensão, vontade de pertencer. E quem não quer viver um romance pelo menos uma vez? Não tá matando, roubando ou estuprando ninguém, pelo contrário, tá procurando formas de expressar carinho (ou só sexo, o que não é ruim desde que os dois queiram). Não liga não, é tudo recalque porque você tem coragem de pôr a cara à tapa.

Tome uma ducha gelada e volte com a cabeça limpa, pois não há nada de errado em usar sites de relacionamento tanto quanto comer sorvete, é só não exagerar na dose. O mundo é imenso, tá todo mundo conectado, mas a realidade tá ali, na tua calçada. Da mesma forma que se limitar às ruas pode ser frustrante, se fechar na web cultiva sensações similares à claustrofobia se as coisas não darem certo. Mantenha um objetivo claro na mente e meta bala. Rá-tá-tá-tá-tá!

___________

Para quem prefere alguém do mesmo sexo:



Pra quem prefere alguém do sexo oposto:

- Bate-papo Uol (cuidado com as putarias) 


E pode ler/assistir outros posts de apoio moral com dicas:

- Vídeo de como arranjar namorado, parte 1: onde


FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos