Carregando...



Spot The Station: estação espacial da NASA vista de casa

o+que+e+spot+the+station+nasa

Mesmo que você more na cidade grande, é possível assistir o voo da estação espacial da NASA sem problemas. Essa é uma boa desculpa pra olhar o céu a partir do anoitecer e ainda fazer um piquenique gostoso depois, com vinho, fogueira e amiguinhos (saudades espaço pra isso). Hoje vou te mostrar como e quando, é bem fácil e não é raro.

Pra começar, você precisa se cadastrar no site pra que a própria NASA lhe envie um e-mail com instruções de horário e localização toda vez que a estação for visível na sua área. Nem preciso dizer que o céu precisa estar limpo, né? A International Space Station (ou ISS) parece uma luz branca mais forte que qualquer estrela (só é menos brilhante que a Lua) e não pisca, é intenso e se move como um avião mesmo. Até por isso, os melhores horários são o amanhecer e anoitecer, quando a Lua é o objeto mais brilhante do céu.


Imagem: covingtonusa.com

Quando recebe o e-mail, ele vem com especificações. Tá tudo no site deles, só que em inglês, por isso resolvi traduzir pra te mostrar como aproveitar melhor suas instruções (esse recebi ontem):


time aqui vem o dia da semana + data do mês + horário.

visible o tempo que fica visível no céu.

max height é a altura máxima (em graus) que vai dar pra ver a estação espacial a partir do horizonte, sendo que 90º é diretamente sobre sua cabeça (já vamos falar sobre graus).

appears diz de qual direção a estação vai surgir. 

disappears diz em qual ela vai sumir.


Imagem: astrobob.areavoices.com


SSW? ENE? APRENDENDO SOBRE PONTOS CARDEAIS

SSW (ou SSO) e ENE são "pontos cardeais", ou melhor, são pontos Sub-Colaterais. Lembra da Rosa dos Ventos? Nela temos 4 pontos principais (Cardeais), que são:

Norte (N) - equivale a 0º, o início
Este (que chamamos de Leste, mas é conhecido pela letra E) - equivale a 90º
Oeste (O ou W, pela versão em inglês "west") - equivale a 270º
Sul (S) - equivale a 180º


Depois dos Pontos Cardeais, vêm os Colaterais, que são:

Nordeste (NE) - 45º
Sueste (também chamado de Sudeste, letras SE) - 135º
Sudoeste (SO) - 225º
Noroeste (NO) - 315º


E ainda depois destes (que só vim conhecer quando aprendi a ler as instruções da NASA) temos os Pontos Sub-Colaterais, de graus menores que aumentam a precisão quando é necessário achar uma localização:

Nor-Nordeste (NNE) - 22,5º
Lés-Nordeste (ENE) - 67,5º
Lés-Sueste (ESE) - 112,5º
Su-Sueste (SSE) - 157,5º
Su-Sudoeste (SSO) - 202,5º
Oés-Sudoeste (OSO) - 247,5º
                         Oés-Noroeste (ONO) - 292,5º
                         Nor-Noroeste (NNO) - 337,5º


Claro que dá pra caçar a estação só com os olhos, mas já que a NASA entrega a localização certinha de mão beijada, não parece mais divertido brincar de Indiana Jones com as coordenadas? Pra completar e fechar essa aulinha básica de geografia, eles deram uma imagem muito legal pra você se situar. Tomei a liberdade não criminosa de traduzir pra gente entender melhor:


Imagem original da NASA, traduzido por mim



ONDE FICA O NORTE? E SUL? ONDE ESTOU?!

Pra quem não tem bússola, a maneira mais fácil de saber onde ficam os Pontos Cardeais é saber de onde o Sol nasce. Vá para o lado de fora e abra os braços, de pé, como se fosse uma cruz. Seu braço direito deve apontar para onde o Sol nasce, que é o Este (Leste). Automaticamente, seu braço esquerdo estará apontando para Oeste, suas costas para o Sul e seu rosto para Norte.



Existem outras mil maneiras: usando relógio de pulso, se guiando pelo Cruzeiro do Sul (à noite) ou até pelo Google Maps. Com smartphones também é mole, então abuse da tecnologia. Só deixe tudo de lado na hora de ver as estrelas, tá bom? Chame amigos curiosos, coloque música boa (escolha uma playlist do site) e comam um monte de delícias. 

Use binóculos (não telescópios, pois a estação se move rápido) e aproveite a boa sensação de ver algo do espaço, inventado pelo homem, do seu quintal mesmo. Ou apartamento, sei lá. Se não tem dinheiro pra escapar, olhar a imensidão do universo é uma ideia de gênio — e meio óbvia.


FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos