Carregando...



Sou sempre vilão: Síndrome de Darth Vader

Leia mais autoajuda

Pessoas que tomam decisões críticas, que se expõem mais do que as de personalidade passiva, não ganham apenas admiração. Quando há problemas, por tomar frente e resolvê-los de vez, ganham fama de vilãs. Afinal, elas que partiram o coração do outro quando o namoro acabou, elas que guiaram todo mundo pro mal caminho, e foram elas que ajudaram na extinção dos jedi...

Gastei tanto tempo da minha vida fazendo o que os outros esperavam que, quando decidi ser eu e dizer "não" pra coisas que todos esperam um "sim" (por educação), passaram a me olhar como se eu fosse uma anomalia da Matrix, erro no sistema. A hipocrisia nisso é que, quem se ofende, adoraria desenvolver esse poder de negar, de dizer o que pensa (sem necessariamente ser grosseiro), mas aponta logo o dedo.


Imagem: flickr.com/photos/giorgioverdiani

Sempre fui o líder-sem-querer dos amigos, quem tinha as ideias. Fato é que nunca coloquei arma na cabeça de ninguém: topava quem queria. Só que iam na expectativa pra uma coisa e viam que era outra. Logo, eu era o culpado por ter "dito que era arroz, mas era macarrão". Ou quando os pais desses amigos viram que seus filhos bebiam e se drogavam, e resolveram me culpar. Por quê? Porque me destacava pela firmeza com que agia.

Tanto que hoje aviso logo: "não tenho responsabilidades sobre você". Convido pessoas para certos eventos, mas deixo claro que não estou convidando para ir comigo, e sim ir ao mesmo lugar que eu. Se chegando lá eu quiser me separar ou fazer as maluquices (que incluem voltar pra casa cedo), não quero ouvir reclamação depois, dizendo que "abandonei". Ninguém é bebê, ninguém é estúpido, e uma coisa que decidi não carregar nas costas é culpa.


Imagem: flickr.com/photos/49218366@N06

Culpa é um sentimento muito ruim, tá? É pesado pra caramba e quase sempre carregamos sem necessidade. Foi um jeito da sociedade domar sua personalidade, de fazer com que você se sinta mal por coisas que nem fez! Porque o povo adora culpar o outro pelos próprios erros. Bobões, como eu fui, aceitam a acusação e não conseguem dormir direito. 

Desde que não faça mal pra ninguém, pratique o que quiser. Quando se desprender do que o mundo espera que você seja, será tratado como a ovelha Vader da família, uma vergonha revoltada. Ligue o botãozinho chamado "foda-se" que tá dentro do seu cérebro, e perceba que o estado em que sua vida se encontra é culpa sua! Você deixou chegar a esse ponto! Acusação é que nem cocô, ou deveria ser: entra por um buraco e sai pelo outro. 


FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos