Carregando...



Excite meu cérebro antes do meu corpo

gouinage
Gouinage é vida!
Faço parte do grupo que acha sexo entediante se for óbvio. Todo mundo tem dias de fogo no cu, mas o predominante é um desejo alimentado pela investida de gente que, antes de mexer no corpo, mexe com a cabeça, cria bons ambientes, diz ou não diz coisas necessárias e, principalmente, não subjuga a capacidade de raciocínio durante o sexo (seja como for).

A mecânica Grindr de (1) oi (2) tem local? (3) tira a roupa (4) chupa (5) come, para por aí. As melhores chegadas são as que começam com uma boa conversa, troca de material mental, não só genético. Claro que numa ficada casual de uma noite, o corpo deveria ser posto em primeiro lugar, mas comigo não funciona. Admiro um lindo corpo, mas só reconhecendo um belo cérebro que me sinto satisfeito.

Imagem: thelonghaulproject.com

Quando decido me relacionar, do casual ao "fixo", tenho necessidade de me envolver com gente que não me deixe entediado. Quando consigo ler os próximos passos, quando a pessoa tá falando um monte de lixo pra encher linguiça (ou pegar na minha) ou quando fala um monte de sacanagem sem o clima próprio, só tenho um desejo: voltar pra casa.

Quando meu cérebro fica excitado, percebo a pessoa. Não que me apaixone de primeira, mas rola aquele pensamento de "meu deus, que foda, eu quero!". Não precisa ser expert em Física Quântica ou formado em História das Porcelanas Gregas da China Indonésia. Precisa saber falar, pensar fora da caixa pra expandir a conversa a novos horizontes e, especialmente, perceber sexo como um jogo de xadrez onde todo mundo ganha no final. ■

FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos