Carregando...



Vergonha do passado?

Leia mais autoajuda

Conversando com amigos que montavam bandas cover de RBD quando éramos mais novos, o que era mais apaixonado pelo grupo me deu um socão: "passado é vergonhoso". Jura? Nunca gostei de dizer nem ouvir as pessoas dizerem que seus passados são "vergonhosos", nem que "é melhor esquecer". Se você esquece o passado, tende a repetir os mesmos erros que cometeu. 

O passado tem muito valor pra mim e, como o próprio nome diz, é passado! Não existe mais. Por isso, ouço RBD com menos frequência, mas não tenho vergonha de admitir que adoro e amava. Nem tenho vergonha quando me marcam naquela foto de 6 anos atrás, eu com cabelão e espinhas na cara. Esse passado foi o caminho que me levou a ser o cara na outra foto. Foi do passado que aprendi a ser quem sou.


Deus é mais

Quando acontece um evento traumático (especialmente rompimentos), dizem: "quero esquecer fulano". Não esqueça! Esquecer é ruim porque a gente esquece o que aprendeu (ou deveria). O truque é superar, aceitar que as situações aconteceram e perceber que não fazem parte de sua vida atualmente, apenas como lição. Deixá-las livres para irem embora, extraindo o suco dos limões.

Vale o mesmo para quem quer voltar ao passado, que não se desvincula e fica saudosista, se agarrando ao que nunca mais vai existir como foi. Nossa mente categoriza esses eventos e, depois de alguns anos, a memória fica "suja", virando uma impressão única de nossa perspectiva. Reproduzir essa impressão nunca será uma atitude bem-sucedida, já que além do mundo ter mudado, você — querendo ou não — mudou também.


Imagem: mediamongrel.wordpress.com

Um dia você já foi inexperiente no trabalho, então seja paciente com quem tá começando. Seu gosto musical ou programas que assistia não precisam ser justificados para evitar micão, afinal, só você sabe como foi importante naquela época. Também não se apegue a picuinhas nem cultive mágoas. Perdoe quem errou lá atrás se perceber que ela realmente mudou e se arrepende.

Passado e futuro não existem. São sinais elétrico interpretados pelo nosso cérebro, fotos com flash estourado no computador e planejamentos ainda não concretizados. Saiba ouvir o que passou e agir agora pra começar a definir o que, por lógica, vai deixar positivo o teu futuro. Bobo é quem dá de cara na mesma parede. Mais de uma vez. 


— Boa dica pra visitar o passado sem se prender é começar um diário. Amo demais.


FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos