Carregando...



10 hábitos pra parar com as ficadas

10 hábitos pra parar com as ficadas
Chega de casualidade!
Quem acompanha meu Instagram e vlog sabe que conheço muita gente de aplicativos (já fiz vídeo pra se dar bem, sobre hipocrisia e definição da relação) e aprendi a aproveitar sem expectativas ou chorando pelo término. Apps viciam. E quando quiser parar com "ficadas", como sairei dessa cultura efêmera para reaprender a estar com alguém? Fiz listinha de sugestões!

10 hábitos pra parar com as ficadas

1. PARE COM AS FICADAS

10 hábitos pra parar com as ficadas
★ não chamar pra sua casa no primeiro encontro;
★ não ir pra casa de fulano no primeiro encontro;
★ segurar o tesão (e a carência) no primeiro encontro;
★ não enfiar a língua na goela no primeiro encontro;
★ perguntar e ser perguntado sobre a vida no primeiro encontro.


2. MARQUE UM ENCONTRO DE VERDADE

Não sou chegado a restaurantes, mas local público é ótimo para não deixar que a casualidade sexual impere sobre vocês, já que terão de se comportar. O ambiente incitará conversas e, claro, apoiará o romantismo, dando sinal de que tanto você quando a pessoa estão procurando algo concreto. Pode ser lanchonete, um parque, caminhar no shopping, cinema cheio... Só não vão para um local muito íntimo, como a casa (senão já viu).


3. NÃO BEIJE NO PRIMEIRO ENCONTRO

Sou a favor de deixar as coisas fluírem e beijar quando a vontade surge (não quando pedem), mas se vocês voltarem para casa com a sensação de que o encontro ficou "incompleto" por ter faltado o beijo, nutrirão mais vontade de saírem para um segundo encontro. Antigamente eu não beijava no primeiro encontro e os caras ficavam mais interessados, mas depois que assumi a casualidade, eles só se interessam em uma coisa depois do beijo: sexo. Na mesma noite.

- Quanto tempo sem beijar?


4. NÃO TENHA PRESSA PARA TRANSAR

Sei que o corpo dá berros de liberdade pra ser ver livre das roupas, mas sexo não precisa ser descartável. Nem apenas útil. Pode ser uma recompensa, o alcance de uma meta depois de alguns encontros, depois de conhecer com quem você vai deitar. Assim você não sentirá tesão só pela aparência, mas pelo pacote inteiro. Quando acontecer, que não seja "pente-rala", fugaz. Explore. O post aí do link dá uma ajuda:

- Gouinage? Pra quem não curte penetração
- Bonito x Interessante
- Por que você não transa?
- Voto de castidade ou abstinência sexual


5. BEBA MODERADAMENTE

Porque se encher a cara, poderá vomitar tudo (micão) ou perder as estribeiras (a ponto de acordar no chão da cozinha com camisinhas usadas ao lado sem lembrar quem as usou). Um ou outro drink pra disfarçar a timidez até rola, mas a intenção do encontro é conhecer o outro. Se exagerar, seja com álcool ou qualquer droga, vai melar a experiência que precisa acontecer com a consciência inteira.

- Libere seus demônios: razões pra fazer merda vez ou outra
- Beber na rua de madrugada


6. PERPETUE O ENCONTRO

Mesmo que vocês não formem casal mais pra frente, faça com que esse encontro seja memorável! Algo que lembrarão como uma ótima experiência. Para isso, vocês podem fugir do comum e dividir uma pizza na calçada ou seguir as dicas do link abaixo, pra abrir a mente e perguntar "por que não?":


- 10 momentos para perguntar "por que não?"
- Conheci no Grindr (meus relatos memoráveis de ficadas)


7. NÃO APRESSE NADA

Não cobre ligação no dia seguinte, não despeje seus traumas de relacionamentos passados, não mele e controle a carência! Claro que nada é regrinha e só vocês saberão o clima do papo, mas evite deixar que a ansiedade domine um momento que é de vocês dois! Respire fundo e aproveite o friozinho na barriga de te chamar pra sair de novo (ou você chamar), mesmo que só no próximo final de semana. Não corra para definir o que ainda não precisa de definição.

- Como definir relação de app? - Vlog Sem H
- Por que não deveriam pedir beijo na boca?
- Pressa ou qualidade de vida?


8. DÊ E RECEBA RESPEITO

Nem preciso falar muito, né? Se respeite. Não deixe que a pessoa te trate como lixo e nem jogue contra si: não se rebaixe. Gentileza gera gentileza, amor gera amor. Seja para o outro tudo aquilo que gostaria que ele fosse para você.



- Opostos se esbarram
- Autoaceitação - Vlog Sem H
- Empatia


9. GENEROSIDADE NA CAMA, POR FAVOR

Quando rolar a primeira vez, não deite e espere que faça o trabalho em você. É uma mania chata que aprendi desses relacionamentos efêmeros: já que não teremos compromisso (e provavelmente não nos veremos), quero X, você quer Y e pronto. Os papéis quase são robóticos, pré-definidos. Num relacionamento, a troca é mais que essencial — não que uma ficada não tenha, mas a conexão funciona de forma mais rasa. Caia de boca!

- Fluidez sexual: não somos APENAS gays ou héteros
- Doadores, trocadores e tomadores: quem é você na relação?


10. CUIDADO COM "EU TE AMO"

Só sabe quem está amando quem ama, certo? Mas não é melhor guardar essa frase para um momento especial? As pessoas se apressam para dizer "eu te amo" como se fosse certificado de que não serão abandonadas. Pra mim, "eu te amo" define "quero construir algo incrível contigo". Não use, a não ser que tenha certeza do que sente. Pro seu bem e pro bem de quem vai acreditar em você.

- Qual significado de "eu te amo"?
- Por que ele não diz que me ama?
- Pense bem antes de se envolver - Vlog Sem H
- Quero namorar meu melhor amigo - Vlog Sem H


O que achou? Qual dica você daria?
Diga nos comentários!


como+ser+solteiroo+que+muda+namororomance+sem+joguinhoscomo+superar+timidez
FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos