Carregando...



Como controlar ansiedade para namorar

Como controlar ansiedade para namorar
Não queira casar no 1º encontro!
Como controlar ansiedade para namorar


POR QUE SOU ANSIOSO PARA NAMORAR?
Quando você encontrar uma resposta para essa pergunta, me avisa, porque também quero saber. Além desse fator misterioso que nos leva a imaginar uma vida ao lado de quem conhecemos há quatro horas, existem padrões comuns que podem ser facilmente identificados:

Carência
A razão mais normal de ansiarmos relacionamento é a falta de um. Quando passamos muito tempo sozinhos e encontramos alguém que parece compatível, fantasiamos uma personalidade que nem sempre condiz com a realidade, assim como a ideia de um relacionamento que sana todas as nossas necessidades.

Status
A culpa é do cinema! Queremos um relacionamento porque, bem, é legal dizer que estamos namorando. Ou ter a experiência ao menos uma vez, alguém pra chamar de "mô".

Segurança
E quando achamos esse alguém compatível, queremos mantê-lo pra gente! Assegurar uma construção futura em vez de deixar as coisas rolarem. É quase como se namoro fosse sinônimo de coleira, de não estarmos mais sozinhos numa noite carente de sábado.

Como controlar ansiedade para namorar

APROVEITE O MOMENTO
O problema dessa ansiedade é que deixamos de aproveitar o momento atual para sofrermos antecipadamente. Temos medo de perder a pessoa da noite para o dia (o que acontece, mas não é desculpa), de não sermos interessantes e de ver as expectativas que criamos irem por água abaixo.

Como controlar ansiedade para namorar
Curta essa ansiedade! Anseie pela ligação, saboreie a lembrança do jantar, a vontade de partir pros beijos e até a projeção do cenário futuro. Se você curtir o instante agora, sem temer a perda ou o que não pode controlar, vai se sentir saciado, matando uma vontade de cada vez. Imagine-se num videogame: a cada fase (encontro), uma emoção importante precisa ser curtida para abrir a porta para a próxima etapa.


DISTRAIA-SE
O pior momento não é quando estamos com a pessoa, mas as horas em que ficamos distantes, quando nosso cérebro passa a querer mais do que o mundo real pode oferecer por enquanto. Quando isso acontecer, distraia-se! Tente focar num hobby (os faça você mesmo do DDPP podem ajudar), no trabalho, chame amigos para assistir filmes, malhe... Jogue essa atenção em outra coisa e deixe o tempo passar.

NÃO SEJA CHATO
O erro de ansiosos é ficar em cima da pessoa o tempo todo. Mandar uma mensagem compartilhando o que você está fazendo — ou perguntando o que o outro está fazendo — mostra interesse. Porém é fácil perder as rédeas, o enchendo de mensagens repetitivas para puxar um papo que precisa acontecer naturalmente. Relaxa. Se tiverem química, vão ter muito o que falar. E nos dias que a pessoa ficar monossilábica, deixa-a descansar. No outro dia, puxe assunto como quem não quer nada e veja a mágica acontecer (a não ser que essa pessoa seja babaca).

Como controlar ansiedade para namorar

NÃO CONSTRUA ARQUÉTIPOS FORA DO POSSÍVEL
O que gera frustração em excesso é quando nos apaixonamos por um relacionamento imaginado completamente fora do concreto. Chamo de "se apaixonar por si", onde você e sua mente criam cenários de livros que nunca acontecerão de verdade. Tentando reproduzir essa ilusão na dimensão física, ficamos tão ansiosos para o relacionamento acontecer que, quando acontece, parece que não é nada do que pensamos. Isso é porque imaginamos demais!

Aí, em vez do outro nos abandonar, nós abandonamos alguém que mal demos oportunidade de conhecer. Como falei no vídeo sobre pensar bem antes de se envolver, considere que você está lidando com alguém tão cheio de sentimentos (e esperanças) quanto você! Se poupe de frustrações que podem ser aliviadas com um pouco mais de auto-observação.

FAÇA SUA PARTE — E DEIXE O OUTRO FAZER A DELE
Mostre seu interesse. Se quer relacionamento sério, diga que é isso que busca e que não está pressionando ninguém, apenas estabelecendo uma possibilidade. Seja educado, paciente e amável — e deixe que o outro também contribua para a relação. Vocês estão se conhecendo, então aprecie sua curiosidade. Tijolo por tijolo contruímos uma casa, mas nunca sozinhos. Se o retorno não vier, saiba quando explicar seus motivos e dizer adeus. Ou até breve.

Relacionamento Relâmpago: paixão intensa e instantâneaRomance sem joguinhos, por favorCarência de sábado10 hábitos pra parar com as ficadas
FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos