Carregando...



Ser solteiro faz bem: 10 fatos que comprovam

Veja mais sexualidade
Você é sua metade perfeita!
Discipulos de Peter Pan - Ser solteiro faz bem: 10 fatos que comprovam

O tema dessa semana no DDPP é amor e nossa eterna busca pela outra metade. Ao mesmo tempo, acho saudável falar sobre quando você decide ficar bem sozinho, parando de caçar ideias e vivendo com o que a vida traz. Aos solteiros desesperados — ou aqueles que não têm problema com isso —, 10 fatos que comprovam que não namorar também é uma boa ideia!

1. AUTOVALOR
Aprendi que ninguém (excluindo minha mãe) vai amar, cuidar, preservar e prezar por mim tanto quanto eu. Aprendi que nenhuma pessoa tem direito de me diminuir ou fazer com que eu me sinta um lixo — muito menos alguém que vai namorar comigo.

2. VALOR DA COMPANHIA
Estando solteiro, aprendi que a falta de beijo ou sexo é só um detalhe, pois me conectei aos meus amigos, família e animais de estimação a ponto de me sentir genuinamente acompanhado. Claro que intimidades fazem falta, mas em vontades passageiras. O que importa, eu tenho.


3. RELACIONAMENTOS NÃO SÃO MILAGRES
Aprendi que quase todo mundo começa a namorar porque acredita que encontrará a cura milagrosa para todos os empecilhos da vida. Solteiro, aprendi que o poder da cura e mudança é meu, uma escolha consciente.

4. CARÊNCIA ALIMENTA ATIVIDADES
Aprendi que noites de sábado são torturantes, porque fico excessivamente carente. Porém, aprendi que sentir essa dor me deixou mais inspirado para escrever, desenhar e produzir as artes que tanto gosto, me distraindo em algo tão belo, profundo e honesto que, quando dou por mim, são quatro da manhã e estou com muito sono pra pensar na solidão.


5. DESENVOLVE AUTOSSUFICIÊNCIA
Solteiro, aprendi que ir ao cinema sozinho quando os amigos não podem é uma expressão de autoamor. Me aprecio com um saco de salgadinhos, uma barra de chocolate e o maior copo de suco natural que a lanchonete oferece. Aprendi a depender menos dos outros para fazer o que quero. Com companhia é melhor, mas se não tiver, não deixo de aproveitar.

6. INDEPENDÊNCIA
Aprendi que pagar de vítima — mesmo sendo — não vai fazer com que o Robocop do Amor apareça para me salvar. Aprendi a lutar minhas batalhas na unha, sem esperar amparo. Por não esperar, esse amparo aparece através da família e amizades, o que facilita as coisas às vezes, mas sempre terei meu escudo e espada guardados para cortar o mal pela raiz.


7. TODA RELAÇÃO ENSINA
Aprendi que a pluralidade humana é belíssima, e só porque tenho mais de um parceiro por mês não significa que sou cafajeste. Não quando invisto tanto respeito em preservar e conhecer o outro quanto emprego para mim mesmo. Aprendi a sorrir pela oportunidade de ter convivido com alguém, não chorando porque essas histórias chegaram ao fim.

8. RESPEITO À PRIVACIDADE
Aprendi que é importante ter um espaço privado e meu humor ou trabalho respeitados. Me tornei mais compreensível para não sufocar ninguém ou invadir momentos pessoais ou profissionais.


9. "EU TE AMO" SEM ROMANCE
Aprendi que os contos de fadas ensinaram que a vida só vale a pena com um "eu te amo" dito pelo amor da sua vida. Esse "amor da sua vida" não precisa ser romântico. Os amores da minha vida são minha mãe e minha cachorrinha, e tudo que passei com elas vale mais do que mil histórias românticas. De qualquer forma, uma não precisa excluir a outra. Todo tipo de amor é válido, então focar num só é meio estúpido.

10. APENAS INTEIROS FORMAM BOAS METADES
Aprendendo tudo isso sobre mim, me sinto mais preparado para entrar num relacionamento com menos incertezas acerca de minha identidade, com mais confiança no outro e no meu valor. Discussões sobre tópicos bobos são descartados e a pessoa que se envolver comigo vai estar na mesma vibração: a que busca mais do que simples companhia para a carência, mas alguém para construir um novo universo.

*Ouça as 10 músicas pra curar solidão de estar solteiro!

O que você aprendeu na solteirice? O que espera de um namoro? Comente!

Como superar término e amar novamenteComo terminar namoro: dicas de quem diz muito adeusComo controlar ansiedade para namorarComo arrumar namorado?
FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos