Carregando...



Confissões de um tabu

Veja mais sexualidade
As dificuldades de amar.
Discípulos de Peter Pan - DDPP - Confissões de um tabu

Angústias, lamúrias e pessoas sempre estiveram presentes em toda a minha vida, mas o amor... esse sentimento é novo para mim. As pessoas definem o amor como belo, simples. Então o que eu senti não foi amor? Ou será que consegui ver a verdadeira face desse sentimento que as pessoas não são capazes de enxergar?

Posso resumir meu amor em angústias e lamúrias. Mas pessoas... esta parte é mais complicada. Nunca me dei bem com estas e acho que nunca irei lidar com este problema, pois vivo no meu próprio mundo. Todos à minha volta me criticam por viver assim, mas o que eles não enxergam é que o mundo em que vivemos é triste e doloroso demais para que eu viva nele.

Desejo viver feliz.

O amor começou ali, bem naquela sala de aula. É irônico, pois até aquele momento eu não conhecia esse sentimento. Não foi um daqueles amores à primeira vista. Surgiu espontaneamente, sem motivo, e apesar desse amor haver nascido na troca de olhares, não notei sua presença.

Minha vida continua sendo a mesma: meus pais numa briga sem fim, solidão perpétua, depressão e ausência da vontade de viver. Uma vida perdida? Uma vida sem sentido? Isto é mais do que óbvio.

Porém, no meio de tantas más experiências, como esse amor surgiu? E por que eu tive de me apaixonar por meu professor? Essa é uma das várias coisas que não sei explicar. Mas sei que o amor doí, e comecei a aprender isso em um dia fatídico.

O dia em que conversava com minha melhor amiga para esquecer que tinha problemas.

ESCRITO PELO DISCÍPULO MÁRCIO MARTINS

QUER ENVIAR UM ARTIGO? ACESSE ESSE LINK!

Expectativas amorosas: ter ou não?5 dicas para quando você sentir que não é bom o suficiente Tentei suicídio e aprendi 20 lições sobre viverUm Gay Suicida em Shangri-la
FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos