Carregando...



Se minha vida fosse como fotos do Tumblr

Discípulos de Peter Pan - DDPP - Se minha vida fosse como fotos do Tumblr

Uma das maiores frustrações da minha vida é ter 22 anos, me sentir velho e saber que a adolescência daqueles jovens descolados do Tumblr não está mais disponível nas lojas. Não que fotografias analógicas em casas maravilhosas e roupas em que todos eles parecem rockstars de bandas independentes seja vendida num kit. É conjunto, uma identidade, uma tribo que visual e ideologicamente me identifico como nenhuma outra.

Ser um garoto da periferia, que tem barro no chão em vez de asfalto, que tem porcos, galinhas e bodes na rua desse sub-bairro esquecido do Rio de Janeiro e que perdeu muito tempo tentando se encaixar com pessoas que não tinham nada a ver com ele foram as portas da vulnerabilidade que demonstro toda vez que abro minha dashboard do Tumblr e vejo as fotos que me fazem sentir saudade de uma vida que nunca vivi. Não na realidade, ao menos. Só na mente. Na alma, especificamente.

Abaixo algumas fotos que me despertam sensações diversas e comentários acerca delas. A razão desse post existir é pra saber se existem pessoas como eu, que imaginam e absorvem de imagens aparentemente aleatórias toda uma poesia desejável. Espero que sim!
Ouça a Playlist para navegar no Tumblr
Fonte.

A foto acima postei no Facebook no instante em que a encontrei. Sabe a playlist que indiquei agora, 10 músicas pra namorar no quarto? Essa imagem sintetiza. Imagino Natal, sabe? Num fim de tarde chuvoso, frio. As luzes da rua são alaranjadas contra o céu lilás. A família dele e a minha são amigas, então ficamos juntos para o feriado. Quando estamos de saco cheio, saímos em segredo para o campo de futebol perto de casa. Nos beijamos escondidos com "Tennis Court" tocando nos fones. Só voltamos para jantar e fingir que nada aconteceu.

Fonte.

Muitas de minhas imagens preferidas do Tumblr causam essas nostalgias inexplicáveis porque dão sensação de liberdade. A de cima faz com que eu deseje viajar para o interior de Minas, pegando a estrada com ou sem chuva. Não há postos de gasolina em lugar nenhum e, bem tarde, dormimos vendo as estrelas — até a chuva nos acordar e aconselhar-nos a dormir no carro. Um sobre o outro.

Fonte.

Tenho vontade de ter uma rua melhor pavimentada numa vizinhança plana. Tenho vontade de ir na casa do meu melhor amigo de skate me vestindo como se eu fosse viajar, não de pijama e despenteado — como é a realidade. Dá vontade de ouvir "Green Aisles".

Fonte.

Na casa do meu amigo na foto anterior a essa, a gente decide que vai no cinema. Na vida real, o cinema mais próximo está a 40 minutos, mas depende do trânsito para aumentar essa distância. Por isso gosto de pensar que nessas fotos minha casa fica a 10 minutos de carro em ruas bonitas no fim da tarde e sem movimentação absurda num domingo.

Fonte.

Essa completa a sensação do quarto na primeira foto. Parece que sou eu ali, consigo sentir a textura da cama, o peso do colchão, o ventinho filtrado pelas meias entrando pela clarabóia...

Fonte.

Ao ver essa imagem, penso a mesma coisa: gostaria de ter um melhor amigo blogueiro — ou escritor — que levasse o sonho a sério, gostasse do que eu gosto e que fosse meu vizinho.

Fonte.

Preciso falar algo dessa? Cara de inverno, o tédio de um domingo chuvoso impedindo de visitar minha melhor amiga, que mora na casa de frente. Estou no escuro porque a voz do Faustão vinda da sala me entristece e pego o celular nesse instante pra perguntar o que minha melhor-amiga-vizinha vai jantar. "Pizza". Vou pra casa dela mas volto pelas dez: tenho prova de matemática amanhã.

Nenhuma vida é perfeita. Nenhuma realidade é a ideal. Filmes, séries, composições visuais e todo tipo de coisa que afeta nosso emocional se torna uma rota de fuga no mundo dos sonhos. Esse mundo dos sonhos inspira a melhorarmos mais e mais nosso dia a dia, nos aproximando do que fantasiamos. Eu quis criar minha vida de Tumblr quando comprei minha câmera analógica e trouxe essa vida que eu sempre quis.

A perfeição é o agora, amando estar vivo com o que tem.
Você tem uma vida de Tumblr? Comente!
Playlist indie pra curtir praia10 músicas sobre sair do bairro/cidade que te prendeE se eu não der certo na vida?Como se cobrar menos
FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos