Carregando...



Velas e poderes mágicos

Veja mais guias
Usando velas na magia!
Discípulos de Peter Pan - DDPP - Velas e poderes mágicos

Aqui no DDPP já ensinei como usar cristais para proteção e como acender incensos para se defender e mudar energia do lugar. Para fechar a trindade mística, ensinarei nesse guia como usar velas para magia, das protetoras às de amor.

COMO FUNCIONA O PODER DA VELA?
O fogo é usado como uma porta para outras dimensões. Quanto maior a chama, maior a capacidade de levar ou trazer energias e entidades deste mundo para outros e vice-versa. Não é à toa que antigas ilustrações de bruxas ou rituais indígenas envolvem fogueiras. Velas são como fogueiras de menor escala, mas com peculiaridades interessantes, já que não usam apenas o fogo para abrir/fechar um portal. Elas abusam de substâncias que compõem seus corpos, assim como cores e a criação de teias energéticas que duram até sete dias, mesmo depois de apagadas.

TEIAS ENERGÉTICAS
Uma vela rosa, acesa na intenção de atrair um novo amor, se conecta a uma bolsa de energia similar, que se conecta ao espaço em que você a acendeu, preenchendo-o com esse poder. Por encher seu espaço de energia e conectá-lo ao objetivo, esse poder — visto por clarividentes como teias energéticas de diferentes formas — perdura por sete dias, dando condições ideais para que seu objetivo seja alcançado. Se acender uma vela de sete dias, por exemplo, seu poder se estenderá por catorze dias. Ah, essa energia pode ser enviada a alguém, pois para ela não existe tempo e espaço. Acender uma vela de cura na sua casa para alguém que mora na China vai ter o mesmo efeito que acender para alguém ao seu lado.

CORES DAS VELAS
As velas mais comuns são feitas de parafina e podem ser brancas ou coloridas. Algumas são feitas de outros materiais, como cera de abelha ou gordura, mas as vendidas em supermercados ou lojas de artigos esotéricos — especialmente lojas de religiões afrodescendentes, que vendem velas coloridas de ótima qualidade a preços baixos — podem ser usadas sem problemas. O que conta, assim como ao despertar o poder dos incensos, é a vontade de quem acende. As cores ajudam para objetivos específicos, veja:

Branca
Reunindo todos os espectros das cores, é indicada para homenagens aos deuses ou aos mortos, mas pode ser usada para qualquer intenção. Na hora de acendê-la, imagine-a se tornando na cor que você acha mais indicada para seu objetivo se realizar (mais detalhes abaixo).

Preta
Sobrepondo as trevas aos espectros coloridos, não é uma vela ruim. Na verdade, é indicada para exorcismos e afastamentos pesados de energias incômodas e selamentos.

Rosa
Usada para encantamentos envolvendo amor romântico, família, relacionamentos de intenções puras e compaixão.

Roxa
Com poderes de transmutação, serve para mudar energias predominantes de um local ou pessoa. Também serve para auxiliar processos psíquicos, como viagens astrais ou controle mental, e reciclagem de energias nocivas do seu próprio organismo.

Azul-escuro
Usada para cura, despertar da sabedoria espiritual, serenidade, instrospecção e magias de paz.

Azul-claro
Muito usada para equilibrar energias numa casa ou durante eventos envolvendo muitas pessoas — como meditação conjunta —, também favorece serenidade, instrospecção, felicidade e paz.

Verde
Para cura do corpo, mente ou espírito, a vela verde sempre vem como primeira opção. Pode ser usada para aterrar a mente de uma pessoa distraída, dando foco, e também influencia na fertilidade de um casal, plantas e até ganhos financeiros.

Amarela
A cor do ouro e do sol auxilia em magias de prosperidade, sucesso, brilho pessoal e carisma. Também pode ser usada para que sua chame projete o poder do nosso astro em ambientes densos e escuros, iluminando-o com energia.

Laranja
Usada para afetar confiança, criatividade e poder da mente, também pode aumentar o magnetismo pessoal ou carisma.

Vermelha
Cor do fogo, carrega de ânimo, afasta preguiça, beneficia a sexualidade e em competições esportivas ou trabalhos que usem o corpo físico como agente.


COMO ACENDER UMA VELA MAGICAMENTE?
Ao acender uma vela sem se concentrar na ação, você só acende uma vela. A partir do momento em que deposita fé e esperança nela, dá ignição num tipo diferente de chama, tornando a vela especial. Para isso você precisa ter o objetivo em mente, muito claro e direto, e passar esse pensamento para a vela, pedindo ou se certificando de que ela o ajudará a alcançar esse objetivo. Só que em vez de pensar que você ainda vai conseguir o objetivo ao acender a vela, acenda-a visualizando você tendo seu objetivo em mãos, como se já tivesse se realizado. Depois de acendê-la fazendo isso, pode meditar um pouco diante da chama, vendo nela você e seu objetivo com firmeza, como se já fosse real. Depois é só deixar a vela queimar e as teias energéticas começarão a se formar. Também pode desenhar símbolos de poder (como um pentagrama, coração ou cruz) e decorá-la de acordo com o intuito.

E SE EU TIVER DE APAGAR A VELA DURANTE A MAGIA?
Se você precisar apagar a vela durante o processo, é bom que a reacenda para o mesmo objetivo o mais rápido possível. Não acenda-a para outra coisa! Mesmo que seja branca e você a acendeu para exorcismo, não a use para sucesso pessoal nunca mais, pois as energias contrárias podem complicar seu objetivo, não ajudá-lo. Apague-a com os dedos ou afogando o pavio na cera com um palito e enrole-a num papel — pode ser guardanapo, mas que feche bem. Depois reacenda com a mesma firmeza da primeira vez.

O QUE FAZER COM RESTOS DE VELA?
Depois que ela queimou, jogue-a no lixo. Tem gente que joga na natureza, mas não recomendo. Se fossem ervas ou produtos naturais, devolvê-los à natureza seria correto, mas estamos falando de um produto extremamente industrializado e que não se dissolve facilmente no meio-ambiente. Pegue os restos da sua vela, enrole em papel e jogue na lixeira.

LEMBRE-SE DO KARMA!
Tudo que você fizer, voltará três vezes maior para você. Se faz o mal, ele voltará pior. Se faz o bem, ele volta melhor. Só que mesmo quando pensamos ajudar alguém com nossas melhores intenções, estamos influenciando no libre-arbítrio delas. Se sua mãe é evangélica, super contra suas práticas místicas, não seria injusto fazer magia para ela em segredo, mesmo que boa? O que você deve fazer na magia tem que envolver você. Nesse mesmo exemplo, você poderia fazer um encantamento para sua mãe para de pegar no seu pé ou ter preconceito contra suas artes, se ela for muito chata em relação a isso. Antes de fazer um feitiço para o bem de alguém, pergunte à pessoa se você pode ajudar. Ela dando permissão fica tudo bem.

Sabia que velas tinha tantos poderes? Comente!

Como refazer velasPlaylist esotéricaComo ler tarot: guia para iniciantesComo despertar intuição
FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos