Carregando...



Dolce far niente: o que é e como aproveitar

Veja mais guias
Da Itália para o mundo!
Dolce far niente: o que é e como aproveitar

Dolce far niente é uma expressão italiana que ficou popular após o filme Comer, Rezar, Amar, e significa "a doçura de não fazer nada". Enquanto muitos de nós acredita que "não fazer nada" é perda de tempo que poderia ser investido na construção de novos saberes ou adiantamento de tarefas, outros batem na tecla de que não fazer nada, livre de culpas, é libertador e aprimora ainda mais suas capacidades quando precisar fugir da ociosidade. A pergunta que fica no ar é: "como, em nome dos deuses, não se faz absolutamente nada?!". O guia de hoje é sobre isso — porque eu mesmo preciso!

O QUE É NÃO FAZER NADA?
Fazer nada é como procrastinar, mas sem culpa. Você não sente que está perdendo tempo, mas que o está aproveitando por inteiro sem ter de fazer nada "significativo". Pode ser que você goste de cochilar ou só se balançar numa rede sem ter de pensar nos problemas de amanhã ou se remoer por coisas que fez ontem. Fazer nada é não precisar fazer alguma coisa.

BENEFÍCIOS DE NÃO FAZER NADA
Um momento "dolce far niente" traz relaxamento, limpa a mente, renova energias, acalma a aura, dá tempo do cérebro organizar coisas importantes, evita problemas de pressão, estresse e outras mil coisas que a gente já sabe de cor.

QUANDO NÃO FAZER NADA?
Se você teve um dia tenso, se está a fim de ligar o "foda-se" e não ter de se importar com nada ou ninguém, é como um convite para o "dolce far niente". Você não precisa criar uma agenda para não fazer nada, mas é bom inserir o apreço ao tempo considerado "inútil" na sua programação semanal. É algo que estou aprendendo aos poucos, quando consigo passar o dia em cima da cama sem me sentir obrigado a responder e-mails, atender clientes, produzir material para o blog ou dar a mínima para o que vão achar de mim.

COMO NÃO FAZER NADA?
Simplesmente tente se desligar dos problemas ou do que te estressa. Não se cobre, não se odeie e não se sinta um inútil por não querer fazer nada o dia inteiro. Apenas relaxe e faça o "nada" que tiver de fazer. Aprecie estar vivo, existindo e respirando.

FIQUEI VICIADO EM NÃO FAZER NADA, E AGORA?
Se seu problema é "não fazer nada" demais, procrastinando em excesso e evitando qualquer compromisso ou responsabilidade por preguiça — ou medo —, você pode ler o guia "O que é procrastinação? Como curar isso?".

Você costuma não fazer nada? Comente!

FacebookYoutubeTwitterConheça o autor

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos