Carregando...



Por que ele gosta de mim?

DDPP - Por que ele gosta de mim?
Acho que paixão ou amor romântico são as piores desculpas que um ser humano inventa para justificar estupidez. Não me leve a mal: sou romântico dentro do aceitável — leia o artigo "Expectativas: ter ou não?" —, mas sou cínico o suficiente para elevar a razão acima do emocional.

Discutindo sobre minha "frieza" com um ex-namorado, ele me disse que eu não tinha direito de julgar o quanto ele gostava de mim baseado no que conheço — que é gostar com o freio da racionalidade por cima. Que eu não deveria entender o quanto gosto dele, apenas curtir. Mas isso é saudável? Depende do caso.

CENÁRIO DE ABUSO
É óbvio que se o outro diz que te ama mas te trata mal, fazer uma análise completa do que é amor — e entender que abuso, seja moral ou físico, nada tem a ver com esse sentimento — é um ato racional para te manter inteiro, para decidir se já não vale mais a pena ficar.

CENÁRIO "PERFEITO"
É quando a pessoa te trata bem, quer cuidar de você, gera poucos problemas e você fica se perguntando o tempo todo o porquê de ela ser assim, já que para ela esse comportamento "amoroso" vem naturalmente, e para você não. É o cenário que assombra pessoas como eu, racionais em excesso ou que possuem baixa autoestima, se sabotando por não se acharem merecedoras de tanto carinho — assunto explicado no guia "Como se tratar melhor".

ENTENDA O AMOR ROMÂNTICO
Quando usado como desculpa para estupidez, especialmente se for ofensiva, fique com o pé atrás e tente compreender a cabeça do outro. Se você não possui a veia romântica, terá a opção de aprender e aceitar o outro do jeito que ele é ou criar um monte de perguntas que podem até ter respostas, mas não farão diferenças no cotidiano. O amor romântico é uma ideia implantada que quase sempre envolve um termo ultrapassado de monogamia para disfarçar o cultivo de possessividade, e que não se segura porque não é só de "amorzinho" que vive um relacionamento.

COMO FAZER RELACIONAMENTO DAR CERTO?
Para fazer dar certo é necessário haver diálogo, conversa, entender o funcionamento um do outro. Se não houver essa base de amizade e confiança, nascerão inseguranças, frustrações e a incapacidade de se adaptar ao novo meio. Entenda o amor como um sentimento forte que leva pessoas a serem idiotas às vezes, só que como um sentimento onde há real prazer e vontade de construir algo incrível ao lado de alguém. Amor não precisa ser apenas romântico, podendo se estender ao fraternal e coletivo — como amar todas as pessoas antes de odiá-las, por empatia.

NÃO SE RESPONSABILIZE
Dê uma folga ao seu cérebro e não se culpe caso não se ache "merecedor" do amor que recebe. Essa escolha, de ser ou não amado, não parte de você. O outro gera expectativas e admira quem você é, então por mais que você demonstre que é humano como qualquer outro, consciente ou inconscientemente, a escolha de te amar e sentir essas sensações partirá do outro. Desde que você não engane ninguém e não seja infiel à sua personalidade, as dores que o outro irá sentir por esperar demais e não receber serão de responsabilidade dele. Não sua.

Experimente 10 coisas antes de namorarComo arrumar namorado?Como superar término e amar novamente

Comente com o Facebook:

Últimos Artigos